Castas dominantes

Brancas


Alvarinho, Arinto (Pedernã), Avesso, Azal, Batoca (Alvaraça), Loureiro, Trajadura (Treixadura)

Tintas


Alvarelhão (Brancelho), Amaral, Borraçal, Espadeiro, Padeiro, Pedral, Rabo de Anho e Vinhão

Vinhos Verdes

Uma região diferente, onde o verde da vinha e o Vinho Verde se revelam.


Com origem numa zona ondulante e exuberante – a zona de Entre Douro e Minho – são os muitos tons de verde que dão o nome à Região e constituem o terroir que dá a estes vinhos a personalidade e as características únicas.

Com microclimas, castas autóctones e variações no tipo de solos, a Região dos Vinhos Verdes produz uma grande diversidade de vinhos: vinhos leves que harmonizam na perfeição com pratos leves, mas também Vinhos Verdes elegantes e aromáticos, ideais para pratos de peixe e mariscos, e Vinhos Verdes estruturados e ricos que surpreendem quando acompanham pratos ricos em especiarias e sabores fortes. Os invulgares vinhedos, com cepas entrelaçadas nas árvores ou em pérgulas, concentram-se ao longo dos vales dos rios, em solos graníticos e férteis.

Ao longo de 49 concelhos, que abrangem o noroeste de Portugal, ao percorrer a Rota dos Vinhos Verdes, é possível desfrutar de praias e montanhas, vales e rios e de uma paisagem única onde o verde, que dá nome ao vinho, é a cor dominante.

Cidades Património da Humanidade e um valioso conjunto de monumentos de várias épocas são, por si só, um motivo para a visitar.

A tradição e a modernidade na cultura e produção do Vinho Verde aliam-se para proporcionar momentos de prazer em quintas modernas, seculares ou familiares, onde a hospitalidade não deixará de seduzir os visitantes.

Combine a frescura do vinho verde, tinto ou branco, com um percurso pelos rios, cascatas e pequenas aldeias do Parque Nacional Peneda-Gerês. Visite as hospitaleiras cidades de Ponte de Lima e de Ponte da Barca e encontre refúgio num solar oitocentista ou numa casa de campo, que se reconhecem pela utilização do característico granito. Não perca a oportunidade de provar o vinho numa das quintas produtoras.

A história de Portugal tem raízes nesta região de vinho. Foi em Guimarães, cidade Património Mundial, que nasceu D. Afonso Henriques, 1º rei de Portugal (séc. XII) e, em Braga, é obrigatório visitar à Sé de origem medieval, a mais antiga do país, numa cidade que continua a ser um centro religioso importante.

À custa da sua antiguidade nesta região e pelo facto de terem surgido apenas no noroeste ibérico, há muitas castas que são consideradas autóctones. Com as 45 castas permitidas para a Denominação de Origem Vinho Verde, os produtores podem dar asas à sua criatividade. Nalguns vinhos, mostram a tipicidade de uma única casta. Noutros, criam harmonias intrigantes a partir de várias castas, expandindo assim o estilo leve e fresco do Vinho Verde para várias dimensões. Exemplos de sabores e aromas diferentes são as castas Azal e Loureiro que dão origem a vinhos brancos aromáticos e elegantes, enquanto a Avesso fornece vinhos mais intensos e cheios e a Alvarinho origina vinhos brancos complexos e estruturados.

Galeria

Descubra mais sobre esta região

© Vinho Verde Region

© Vinho Verde Region

© Vinho Verde Region

© Vinho Verde Region

© Vinho Verde Region

Descubra as experiências que a região de Vinhos Verdes tem para lhe oferecer

Descubra as regiões de vinho portuguesas

Vinhos Verdes - Porto e Norte

Entre rios, aldeias de montanha e vilas à beira-mar, visite uma das regiões mais diferenciadas do país, com uma paisagem verde influenciada pelo fresco mar Atlântico.

Saber mais

Beira Interior - Centro de Portugal

Percorra devagar a região das montanhas, passando por castelos antigos e aldeias tradicionais, onde se apreciam um vinho e uma gastronomia ímpares.

Saber mais

Península de Setúbal - Lisboa e Alentejo

Se fica indeciso entre escolher serra, mar, cidade, campo ou praia, explore esta região que oferece uma grande diversidade de experiências num cenário idílico.

Saber mais

Trás-os-Montes - Porto e Norte

Faça uma viagem fora dos roteiros habituais até ao nordeste de Portugal e conheça uma região de grandes tradições que marcam a identidade portuguesa.

Saber mais

Açores

São 9 ilhas para explorar a natureza, mas no Pico, na Graciosa e na Terceira deverá ficar mais tempo para descobrir os segredos do vinho e dos sabores açorianos.

Saber mais

Távora-Varosa - Porto e Norte

Os rios Távora e Varosa dão o nome a esta região onde um roteiro pelos mosteiros Cistercienses mostrará como a cultura da vinha faz parte do quotidiano há séculos

Saber mais

Douro - Porto e Norte

Siga o curso do Rio Douro desde o Porto até Barca d’Alva. Descubra um vale encantado e uma paisagem vinhateira moldada pelo homem durante séculos.

Saber mais

Bairrada - Centro de Portugal

Deixe-se levar pela diversidade de paisagens de um itinerário que combina vinhedos, serra, ria e mar, entre a frescura das praias e a descoberta do património.

Saber mais

Dão - Centro de Portugal

No centro de Portugal, entre montanhas e rios, combine as propriedades termais com os prazeres da boa gastronomia. Ambos certamente farão parte do seu bem-estar.

Saber mais

Tejo - Centro de Portugal e Lisboa

Seguindo o rio Tejo, faça um itinerário por mosteiros, vilas históricas e quintas que nobres e reis escolhiam para passar férias.

Saber mais

Alentejo

Na maior região de Portugal, onde o tempo corre devagar, descobre-se em pleno o património português – natural, cultural e gastronómico.

Saber mais

Madeira

O vinho Madeira é apenas o mote para descobrir uma ilha paradisíaca, um refúgio para recuperar a energia e encontrar a combinação perfeita de lazer, cultura e gastronomia.

Saber mais

Algarve

Nesta região encontrará uma combinação perfeita entre a descontração de uns dias de praia, a descoberta da história e do património e uma gastronomia inspirada na água e na terra.

Saber mais

Lisboa - Lisboa e Centro de Portugal

Ao longo do litoral, a norte de Lisboa, descubra uma paisagem com tradição vinícola, descobrindo uma perspetiva diferente dos habituais roteiros.

Saber mais